objeto de desejo

Vocês já ouviram falar do designer francês Phillipe Starck? Não!!! Nem eu, rsrs... Até saber que é dele a criação desta cadeira chamada "Mademoiselle"! Ela foi fabricada em policarbonato (esse material transparente) e tem várias estampas de estofamento, esse floral é uma delas.


Só sei tudo isso porque pesquisei no "tio Google", depois de ficar colada no vidro da loja quando vi essas lindezas... Entrei na loja com minha irmã que iria ver alguns modelos de cama para comprar e fiquei tão abobada com as cadeirinhas que até esqueci de perguntar quanto custavam!

Olha a foto que a norinha tirou com o celular para mim!

Alguns dias depois passei por lá de novo, agora resolvida a perguntar o precinho delas e, snif, snif, elas já não estavam lá...
Mas além da vontade de comprá-las, ficou a curiosidade para saber se eu, realmente, poderia realizar esse "pequeno desejo". Aff! Numa pequena olhada na internet, decidi abortar o projeto cadeirinhas lindas... Custam uma pequena fortuna amigas! Caro demais só para ter uma cadeira de griffe, ui! Eu nem sabia que tinha pedigree, só sei que me apaixonei...
Mas sonhar não custa nada! Então eu vou sonhar de vez em quando porque faz bem para a saúde!!!
Bjs e uma ótima semana para todos!

...as mimosas...

Olá amigas!
Hoje é sábado, dia de aproveitar o fim de semana junto com a família e por isso dia de deixar a casa bem bonita e florida!
Sempre compro flores na feira livre que vou todos os sábados, mas excepcionalmente este mês de janeiro, não tenho ido lá porque a cidade está fervendo de turistas que vieram aproveitar as maravilhosas praias que temos no nosso balneário - Guarapari-ES. E a feira também fica muito concorrida... Isso sem falar no calor que tem feito, com um sol amarelão brilhando até quase 8hs da noite! Graças a Deus, as chuvas que estão castigando o restante do país não chegaram aqui... Assim desanimada de enfrentar o vuco-vuco da feira lotada e ainda suando em bicas, estou sentindo falta de um vaso de flores para alegrar a minha casinha...
Foi quando hoje de manhã, feliz com a casa cheia novamente, abri a porta da varanda do meu quarto, para ver a luz do sol e sentir a brisa fresca de mais um dia lindo, e me deparei com minha árvore preferida (popularmente chamada "extremosa" por dar cachos de flores nas extremidades dos seus galhos) cheinha de flores!!!


Aí deu aquele estalo na idéia (Tico e Teco se abraçaram, rsrs!) e resolvi montar meu arranjo de flores com os ramos floridos da minha linda!!!
Podei também alguns ramos da árvore da felicidade (que fica ao lado da extremosa) e aumentei a forração verdinha com as folhas, também pequenas e bem recortadas, dela.



E voilà! Vejam como ficou o bonito depois de pronto!!!


O cachinho das minúsculas flores


Vejam a delicadeza das florezinhas cor de rosa

Beijos bem mimosos para todas e um ótimo fim de semana!

mimos



Quem me conhece mais de perto sabe da minha alegria de comprar coisinhas fofas para a copa/cozinha. Por isso hoje vim só para mostrar uns mimos que comprei no sábado e já estou usando para embelezar minha casinha.
Aqui na minha cidade tem uma lojinha que tem uma variedade de coisas, uma miscelânia para todos os ambientes, e entre algumas que são feias e de má qualidade, também se encontra outras de muito bom gosto, modernas e de ótima qualidade. Além da loja da Casa & Vídeo onde a gente entra e nunca sai de mãos vazias, rs...
Como diz meu marido, quando entro numa destas lojas compro nem que seja um conjunto de potinhos plásticos novos, porque eu estou sempre "precisando"!
Cada uma dessas pecinhas custaram bem pouco (de 1,99 a 6,99) comprovando que não precisamos gastar muito para enfeitar nossa casa com belezinhas como essas!


3 travessas quadradas e 2 pratinhos para completar meu conjunto
com uma bandeja e um prato redondo para bolo


2 bowls para petiscos e 1 porta guardanapos em acrílico


2 tacinhas e 2 bandejinhas de plástico branco e preto bem
charmosinhos para oferecer mousses com torradinhas ou biscoitos


Potinhos de frutas, verduras e queijo: não sei exatamente para
que ou quando serão usados, mas que são fofos isso são, rsrs!!!


E esses potinhos de cupcakes então?! Também não resisti!!!

Este mês minha casa fica bem recheada da família e dos amigos que gostam de compartilhar conosco os dias lindos e ensolarados com a brisa do mar que refresca sempre os ambientes por aqui! Durante a semana fico com a companhia dos sobrinhos pequenos que fazem a alegria da casa (saudades dos meus filhos na barra da saia da mãe!) e do cachorrinho deles, o Spike, que veio brincar (e brigar) com a nossa Belinha! E tudo vira festa! Porque temos mais uma criança na casa todos os dias, o Wiliston, que hoje tem 9 anos e está conosco desde os 2 aninhos. Ele é filho da Solange, que não só trabalha aqui em casa, mas é uma amiga que tenho sempre ao meu lado!
Nada mais gostoso pode existir do que o barulho das crianças brincando... Me faz sentir alegria essa vivacidade e inquietude deles!


E enquanto estava tirando as fotos para mostrar aqui, meus pequenos
estavam interagindo comigo e com as fofurices!


Ops... não apareceu Wili nem Belinha... Vou corrigir isso já! Esperem aí que vou ali tirar a foto e volto...


Pronto! Aqui está o meu bombomzinho bitelão!!! E a pequena, delicada e brava Belinha!!!


Precisei esperar um pouquinho e registrar a hora do lanche das boquinhas nervosas, hehe!


Olha só a fome para comer as "delícias": cachorro quente com refrigerante.


E a boca toda lambuzada das crianças!!! A-DO-ROOOOOO!!!!!!!!!!!!!

Beijos na bochecha!

BLOG RETRÔ - TECNOLOGIA X FAMÍLIA


Atendendo ao convite da Elaine Gaspareto para participar da Blogagem Coletiva - BLOG RETRÔ, escolhi meu post do dia 05 de agosto de 2010 quando estava tentando blogar e não conseguia por defeitos no meu PC velho de guerra, e com a irritação de tentar resolver um problema que não iria conseguir por nada entender do assunto, acabei escrevendo um post que no início falaria somente da minha indignação de não acompanhar a tecnologia mutante e que acabou divagando e enveredando por outros caminhos até chegar às relações humanas, tão simples ou tão complicadas...


TECNOLOGIA X FAMÍLIA


E haja paciência para aguentar os melindres da tecnologia que falha e os doutores que não dão jeito no doente!!!
Pois é, estou aqui tentando voltar ao normal, fazendo as pazes com meu desktop, combinando com ele de me dar uma trégua na nossa guerra de nervos, e me organizando para um back up geral (de novo!) para formatar tudo e trocar a peça que precisa, para ele ficar zerinho ( nem que seja por pura e espontânea pressão, rsrs!).
Ando com saudades das minhas amigas virtuais, sentindo falta das nossas conversas, dos nossos pitacos, enfim fui ali na outra galáxia, mas não aguentei e forcei a passagem para a volta ao nosso universo bloguístico!
Aí vocês vão me perguntar: "Cadê seu laptop amiga?" Não tenho ainda meu desejado sonho de consumo, queridas... Lembram que contei aqui a saga do meu presente sumido?! Então, com todo o aborrecimento e decepção que nos causou o fato, ainda não tivemos a animação necessária para pesquisar de novo uma marca e uma configuração que nos atenda... Eu explico o seu espanto com a dificuldade numa coisinha tão simples assim: é que para a geração que nasceu com a era tecnológica, essas soluções/decisões saem num espirro, ou num piscar de olhos, mas para outros (e eu me incluo aqui) crescidos com máquinas de escrever (ou no máximo as máquinas de escrever elétricas), essas engenhocas informatizadas que se tornam obsoletas num prazo de tempo curtíssimo, nos deixam a matutar na frente da tela vendo tantas opções, tantas marcas, tantos preços, tantos modelos, tantos tantos...
Ai, ai, mas me conformo lembrando de uma frase sempre repetida por um grande amigo, na sua filosofia popular: "Cada um com seu cada um!"
E vou perguntando para os meus filhos o que eles acham, fingindo que entendo desse assunto quase tão bem quanto eles, para não dar o 'braço a torcer', admitindo que eles já dominam um assunto mais que eu, e que daqui a pouco estarei aprendendo muito mais com eles do que eles comigo. É a lei da vida senhores, diria um entendido, e que seja bendito esse crescimento intelectual dos jovens, essa integração com a tecnologia, essa fome de saber e de criar coisas novas, essa disposição para ensinar e para aprender sobre tudo. Com tantas mudanças e tantos avanços tecnológicos, a única coisa que não podemos perder ou deixar que se perca, são as relações interpessoais, essas sim imutáveis, necessárias, insubstituíveis!
A família, menor e mais importante elo na comunidade, base de toda a grande sociedade, precisa ser a mais valorizada e cultivada dentro dessas relações.
Nada é mais simples e fácil do que conviver bem em qualquer ambiente, quando se tem amor, união e respeito dentro da nossa própria família! Explicação para isso? Somos espelho daquilo que vivemos na intimidade do nosso lar!
Beijos para as amigas e para minha amada família!

a vida pode ser bela...


Ontem estive às voltas com uma alteração de pressão arterial e me senti muito mal até tarde da noite... Tomo remédio todos os dias para controlar a pressão alta que "adquiri" a alguns anos atrás, mas como estava me sentindo muito sonolenta durante o dia, resolvi parar de tomar o tal remédio. E depois de algum tempo sem ele, com o calor que anda fazendo por aqui mais o stress de uns probleminhas e afazeres de rotina, o coração se rebelou! Hoje estou bem quietinha, voltei a tomar meu comprimido (eca! detesto tomar remédio!) e medindo a pressão para ver se está tudo bem...
Coincidentemente recebi hoje um e-mail que quero passar para todos, porque veio a calhar com o meu mal-estar:

DOZE CONSELHOS PARA TER UM INFARTO FELIZ!!!


1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e
familiares são secundárias.


2 Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho
para casa e trabalhe até tarde.


4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias,
conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários,
encontros, reuniões, simpósios etc.


6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo
contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições
para fechar negócios ou fazer reuniões importantes..


7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola
ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.


8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se
que você é de ferro!


9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver
se nada está errado.. Delegar é pura bobagem. É tudo com você mesmo!


10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor
de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos.
Eles vão te deixar tinindo.


11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e
sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.


12. Nunca se permita ter momentos de oração, meditação, audição
de uma boa música e reflexão sobre sua vida.
Isto é para crédulos e tolos sensíveis.



E mais importante, repita sempre para si mesmo:
Eu não perco tempo com bobagens!
Duvido que você não tenha um belo infarto se seguir os conselhos acima!



Não quero com isso dizer que estou enfartando não, pelamordeDeus...
Mas me lembrei de tantas pessoas que sofrem com o stress do dia a dia e esquecem do que é mais importante na vida: a vida!!!
E às vezes todos esses atos são inconscientes e automáticos no corre-corre da rotina de cada um...
São frases para serem pensadas e quem sabe melhorem a vida ou o modo de viver de alguém...
Bjs

bacalhau à espanhola

Como prometi vou passar para todas as minhas amigas blogueiras (e os amigos também, claro!) a receita deste prato delicioso e leve que minha mãe fez para o almoço de Natal. Esta receitinha maravilhosa é mais uma do meu tio gourmet preferido: o tio Jô! (já mostrei outra receita diferente e fresca de uma salada feita por ele aqui).

INGREDIENTES:
- 1 kg e 200grs de bacalhau (pode ser qualquer um tipo de bacalhau, mas o do Porto fica divino com pedaços maiores e apesar de ser mais caro ele rende mais porque tem pouca coisa para limpar)
- 1 kg e meio de batatas
- 5 dentes de alho descascados e amassados
- azeite de oliva
- 1 pimentão verde cortado em tiras (retirar as sementes e as partes brancas de dentro)
- 1 pimentão vermelho cortado em tiras (mesmo processo acima)
- 1 cebola grande bem picadinha
- 300 grs de azeitonas pretas sem caroço
- ovinhos cozidos de codorna

PREPARO:
Deixe o bacalhau de molho na véspera e troque a água por 3 vezes (a cada 2 horas), deixando na geladeira até o dia seguinte. Limpe tirando as peles e espinhas, deixando pedaços grandes dele. Coloque água filtrada numa panela e leve ao fogo e quando levantar fervura deite o bacalhau dentro dela e afervente por uns 3 minutos, para acabar de dessalgar e amaciar. Reserve.
Descasque as batatas, pique em pedaços médios e coloque para aferventar em água com um pouquinho de sal e antes que ela amoleça retire do fogo. Reserve.
Pegue uma panela em que caibam todos os ingredientes (pode ser uma panela de barro que pode também ir à mesa), e refogue o alho em 3 colheres de sopa de azeite. Depois vá colocando nesta ordem: os nacos de bacalhau, as batatas pré-cozidas, os pimentões, a cebola e as azeitonas pretas. Regue com mais azeite por cima (mais ou menos uns 100ml ou meio copo americano).
Tampe a panela e cozinhe em fogo baixo por 30 minutos, mexendo de vez em quando para não queimar no fundo. Os pimentões e a cebola vão soltando sua água e fazendo um caldo junto ao azeite. Não deixe secar. Se antes dos 30 minutos já estiver tudo cozido, sem desmanchar os pimentões, pode desligar para servir. Coloque numa travessa e acrescente por cima os ovinhos de codorna cozidos e descascados.
Como acompanhamento não pode faltar um arroz branco bem quentinho e perfumado no alho refogado, junto com uma salada crua de alface, tomate e cenoura raladinha.
Na foto do prato pronto na casa da minha mãe, alguém vai reparar que as azeitonas usadas são verdes no lugar das pretas da receita, por isso vou logo explicando: ela esqueceu de comprar esse ítem, por isso usamos o que tinha em casa na hora de fazer, rsrs...
Quem colocou a mão na massa para fazer o bacalhau foi a mamy, mas quem coordenou e ensinou o passo a passo foi o tio Jô! Palmas para o tio Jô!!!
Deliciem-se com essa iguaria amigas!
Bjbj

e tudo ficou rosa...

A festinha de aniversário do Kadu foi tudo de bom! Muitos amigos e muita animação! Porque não é todo dia que se faz uma festa rosa para rockeiros!!! Hahaha! E a mãe doida que embarca nas invenções do filho?!?! No final das contas todo mundo se divertiu muito e se encantou com as "coisas rosas", rsrs...

O bolo com marshmallow rosa e confeitos de coração

Os espetinhos de doces e jujubas

Pirulitos e balinhas enroladas em papel franjado

Brigadeiro de colher em copinho rosa

Muitos balões rosas

E até os guardanapos rosas

O dono da noite fazendo cara de mau para destoar de tanto rosa, rs!

Meus 3 rosinhas

Rolou até um show de rock ainda que com o chapeuzinho rosa...

Os amigos que aderiram à brincadeira e fizeram "a" festa!!!

Quero contar para vocês que o bolo ficou maravilhoso! De tão bom recebi um elogio que descreveu como foi apreciado: "Humm, esse bolo está melhor que bolo de aniversário de criança!" Mas a receita é simples e básica, somente uma massa bem fofinha, molhada com um pouquinho de refrigerante (guaraná) e muito recheio de brigadeiro. Mas o que encheu os olhos foi a cobertura de marshmallow! E que além de bonita ficou gostosa, sem ser enjoativa como outros tipos!
Bolo e brigadeiro, todo mundo sabe fazer e tem sua receita preferida, por isso vou passar agora a minha receita de marshmallow, que uso há muito tempo aqui em casa, assim vocês podem experimentá-la também:

-marshmallow para cobertura do bolo-

1 xícara de açucar cristal
meia xícara de água filtrada
2 claras batidas em neve (ponto bem firme)

Levar o açucar e a água ao fogo sem mexer até ferver e depois de uns 2
ou 3 minutos, molhar uma colher até o meio nessa calda e levantar, deixando
escorrer o líquido. Se quando estiver pingando fizer um fio de calda
entre o pingo e a colher, é porque está no ponto certo.
Retire do fogo e imediatamente vá colocando em fio na batedeira ligada
(onde já estão as claras batidas e bem firmes para não "desandar").
Despeje devagar e girando a batedeira ligada
para misturar e cozinhar as claras cruas.
Agora o marshmallow está pronto para ser passado no bolo!

A cor rosa foi dada adicionando algumas gotas de corante alimentício vermelho no final do processo, antes de desligar a batedeira.
Se alguma amiga aproveitar essa receita e quiser me contar, ficarei muito feliz em mostrar o bolo aqui no meu cantinho também!
Bjs rosinhas!!!

flash back

Aos 29 anos estava eu grávida pela terceira vez. Tudo parecia bem e afinal de contas não era mais marinheira de primeira viagem... Mas as coisas nunca acontecem da forma como prevemos...
No oitavo mês de gestação já estava com um barrigão respeitável e quando chegou o último mês o bebê já estava tão grande que queria a todo custo sair dali. Era um tal de se esticar e se mexer que mal dava para respirar... Dormir só se fosse recostada com muitos travesseiros! E às vezes quando estava sentada e o bebezão se sentia expremido, não fazia cerimônia, se esticava todo, cutucava minhas costelas e não tinha outro jeito: era levantar e dar uma andadinha para ele se acomodar melhor, rsrs...
E no dia 7 de janeiro de 1987 nascia o Ricardo, Kadu para os mais chegados! E já nasceu com 51 centímetros, esperneando e chorando com força total! Diferente dos irmãos tinha já uns cabelinhos na cabeça e eram espetados, muito engraçadinho!
Criança linda com cabelos lisinhos e loiros e uns olhos arregalados de cílios compridos, sapeca que só ele! Arteiro, teimoso e carinhoso, eram seus predicados.

Já se escondeu no armário debaixo da pia e dormiu, quando tinha menos de 1 ano, nos deixando loucos achando que tinha fugido ou caído da janela do apartamento onde morávamos... Também já sumiu, aos 8 anos (quando já morávamos na casa em que estamos até hoje) e como eu tinha dado uma bronca nele por alguma peripécia, depois de procurar por toda a casa e quintal, conclui que ele tinha saído de casa... Depois de ligar para o marido, para a vizinhança e os amigos já no desespero, minha empregada que já conhecia as manhas do garoto espoleta, resolveu procurar onde ele gostava de brincar: nas árvores do quintal... E o danadinho estava lá num galho alto da mangueira bem quietinho vendo todo o movimento, igual a um passarinho no ninho! Não sei se queria dar umas palmadas ou beijar e abraçar o pequeno arteiro!!!
Sempre foi muito convicto de suas idéias e projetos. Quando criança e até hoje, não se convence fácil de qualquer que seja o assunto, até que se prove por A + B o fundamento do que se está falando! Quando pequeno só seguia os ensinamentos se fosse convencido por palavras. Caso achasse que não era bem assim, podia levar uma palmada, ficar de castigo, e não mudava de opinião.

Muito crítico, não gosta de assistir televisão, porque segundo ele, massifica o pensamento...
Gosta de música e é baterista excepcional. Já tentou me ensinar algumas batidas, mas isso é coisa para quem tem muito controle motor dos membros superiores e inferiores, aff!!!
Estudava Engenharia Elétrica e no quinto período chegou à conclusão que não era isso que queria e recomeçou do zero para se formar em Direito. Agora sim está empolgado e seus olhos brilham quando comenta sobre o curso e as atividades no estágio! Fiquei muito feliz por tê-lo apoiado nessa mudança que fará a diferença para sua felicidade no resto de sua vida! Confesso que foi difícil para todos nós, e muito mais para ele, mas valeu a pena!!!
Caçula de uma prole de 3 filhos, marido chama carinhosamente o rapaz de "Kaduzin, nenenzin de papai". Mas de mimado não tem nada. Aliás é o coringa dos irmãos, que gostam de sua participação e ajuda na maioria das vezes.
Hoje vamos comemorar seus 24 anos e, extrovertido como ele sempre é, resolveu fazer uma festinha cor de rosa, em alusão ao número sugestivo da idade!
Vai ser muito engraçado, e agora preciso acabar de organizar tudo, hehehe!
Ao meu caçulinha muitas felicidades, com amor, saúde e sucesso profissional em todo o resto dos seus dias igualmente especiais!!!!!!!
Bjs da mamy e do papy.

Salve, salve o Ano Novo!!!

Como já contei para vocês, fomos passar uma semana de férias na praia (recesso entre o Natal e o Ano Novo), mais precisamente no Camping do Siri. Esse lugar aprazível, é unanimidade em aprovação pela família inteira. Frequentamos esse camping desde que minha filha mais velha ainda não havia completado 1 aninho. Acompanhamos toda a construção e as melhorias feitas lá, para o conforto dos campistas. E os meus filhos guardam doces lembranças da infância e das brincadeiras e aventuras vividas junto aos amigos reencontrados a cada ano. Desde o início do seu funcionamento, todos os verões, são contratados recreadores que promovem brincadeiras, gincanas, aventuras, exercícios, danças, e por aí vaí... E esses momentos felizes acontecem até hoje, quando ouvimos, pela manhã e à tardinha, o apito e o megafone dos recreadores chamando a criançada para as atividades do dia! Além das vozinhas e gritinhos do bando de crianças que vão junto ajudando a chamar as outras!
Diferente do Natal, quando reunimos a "grande" família, no reveillon fazemos questão de passar, sempre que possível, com o nosso pequeno núcleo familiar, constituído apenas pelo casal, eu e marido, os 3 filhos e o genro e a nora.
Assim ficamos mais soltos, sem a preocupação com muitos detalhes, e podemos curtir mais, sem muitos compromissos e preparações.

Uma semana antes comprei um pernil desossado e temperei de véspera, com vinagre, sal e alho e muita cebola batidinha. Deixei na geladeira (bem fechado para não ressecar a carne e pegar bem o tempero). A minha secretária do lar e amiga Solange, no outro dia, assou na panela o dito cujo. Foi pingando água e cozinhando, até ele ficar bem macio e no final deixando dourar.

Meu genro levou rocambole de bacon, chamado de panceta por aqui, e no dia 31 ele e marido, colocaram no forno regado com azeite e com cubinhos de margarina, e uma pitadinha de sal e pimenta, embrulhando em papel alumínio até o cozimento terminar. Retiramos no final para dourar e tornar crocante por cima.

Na hora do acompanhamento, a receita foi da norinha Nathalia. Aproveitando uma idéia de Natal feita na sua casa, improvisamos com os ingredientes que tínhamos e ficou uma delícia. Se quiser pode anotar, porque é muito simples:
-Prepare 2 copos pequenos de arroz branco
-Pique 300 grs de castanhas de cajú (deixe umas 10 inteiras para decorar)
-100 ml de vinho branco suave (meio copo)
-Quando o arroz estiver pronto, junte as castanhas picadinhas e o vinho branco e misture.
-Deixe no fogo baixo por uns 3 minutos para incorporar tudo e evaporar o álcool do vinho aromatizando o prato.
-Desligue o fogo e coloque numa travessa, enfeitando com um buquê de salsinha e as castanhas inteiras.
-Sirva quentinho e saboreie!

Olha a nossa mesa arrumadinha para a ceia!!!

Marido feliz brindando à decoração dos pratos feita por ele!

Família reunida!!!

Depois do nosso círculo de orações e agradecimentos, foi a hora de degustar nossa ceia simples e gostosa! Sentamos para ceiar às 11:00 hs e por volta de 11:45 hs fomos para a praia, levando nossas champagnes e taças para o brinde de Ano Novo.

Na hora zero de 2011, depois de se apagarem todas as luzes e da contagem regressiva de 10 a 0, os fogos de artifício começaram a explodir e iluminar o céu de onde estávamos!

Foram uns 10 minutos de fogos, e garrafas de champagne estourando e muitos brindes e felicitações sendo feitos! Além dos gritinhos de êêêhhh, vivaaaaa, lindoooo!!!! Muito boa toda essa empolgação e alegria!!!

Depois de pular ondinhas, cumprimentar os amigos e conhecidos, mentalizar os pedidos e desejos para o ano novo, todo mundo foi para o local do show ao vivo, com uma banda contratada pelo camping! Começou à 1 hora e terminou às 4 da madrugada, com muita música nova e velha, para agradar a gregos e troianos!

Depois quem quis esperar o sol nascer, ficou na praia com a companhia de um DJ para animar e espantar o sono! Mas dessa parte eu estou fora, não tenho pique para isso mais não, rsrs!
Prefiro esticar minhas perninhas na horizontal e dormir bem feliz!

Agora é só cantar:
ADEUS ANO VELHO
FELIZ ANO NOVO
QUE TUDO SE REALIZE
NO ANO QUE VAI NASCER
MUITO DINHEIRO NO BOLSO
SAÚDE PRÁ DAR E VENDER!!!

Esse é o meu desejo para todas nós blogueiras de plantão!!! E viva 2011!!!

Natal em família

Como todo ano, passamos o Natal junto às nossas famílias, para celebrar o nascimento do menino Jesus, que veio ao mundo para nos ensinar a viver em paz e união. E para disseminar esse sentimento temos que começar sempre pela família.
Essa reunião anual serve sempre para encontros com os parentes que moram longe, para sabermos das novidades de cada um, para matar um pouquinho da saudade...
E principalmente para ficarmos felizes com essa união, essa aproximação que se renova a cada ano! Acho que são sentimentos que vêm de infância e foram muito bem ensinados pelos nossos avós!
É a alegria da família em sua essência!!!
Mas é também a confraternização dos amigos, vizinhos, colegas de trabalho, colegas de escola...

Não podemos esquecer, em meio à toda essa festa, de rezar e agradecer por todas as bençãos e alegrias recebidas durante o ano que está terminando.

Todo o simbolismo da troca de presentes, acaba servindo para a confraternização geral que acontece nessa data... Adoro preparar, para os mais chegados, as lembrancinhas e os embrulhinhos caprichados, ou mesmo, como esse ano aconteceu, fazer o meu saco de presentes e, com ele na mão e o gorro do Papai Noel na cabeça, ir gritando os nomes e fazendo algazarra para entregá-los!
A árvore de Natal aí em cima é na casa da minha mamis, e estava recheada de presentinhos para os filhos e netos.

E a mesa?! É outro ponto de encontro! Que delícia planejar e fazer as comidas típicas de Natal! E além disso preparar algum prato diferente e outro da preferência de todos e que se espera ansiosamente a chegada do Natal para se degustar!



Tivemos tender com abacaxi e cerejas, salpicão, peito de perú, bacalhau à espanhola, arroz branco e farofa. E para a sobremesa frutas, bolo de chocolate, torta de nozes e, claro, rabanadas! Tudo caprichado e delicioso! Vou passar para vocês a receita do bacalhau em outro post, porque é facílimo e fica divino!
Nosso Natal foi assim!!! Teve tudo isso!!! Orações, família, alegria, comida gostosa, amor!!!
Bjs natalinos!!!