minha santinha




Esta é a santinha que foi pintada pela minha mãe e me foi presenteada

Desde pequena sou devota de Nossa Senhora Aparecida, essa nossa santinha brasileira!
Acho que comecei a me apegar com ela primeiro pelo nome que é o mesmo da minha mãe e depois pela imensa legião de pessoas que sempre demonstravam sua fé nas peregrinações até o seu santuário (que eu assistia em reportagens pela televisão). A basílica fica no Estado de São Paulo, na cidade de Aparecida (claro que em homenagem à santa) e é considerado o maior santuário mariano do mundo.
Pela quantidade incontável de fiéis do Brasil inteiro é que foi construída esta obra monumental, com capacidade para acolher a todos que lá forem assistir às missas ou fazer seus pedidos e agradecimentos. Mas ainda assim a primeira igreja continua atraindo a todos os peregrinos que não deixam de fazer sua visita e suas orações lá também. O que foi facilitado pela passarela construída da basílica até a igreja antiga.
Em dezembro de 2009, logo após o Natal, eu junto com maridinho, e filha com genrinho, viajamos de férias e nossa primeira parada foi em Aparecida. Há muitos anos que viajávamos passando pela BR em frente à entrada para a cidade e uma vez chegamos a entrar na basílica e passear pelos arredores para conhecer, mas com um tempo curto de algumas horas somente. Quando dessa vez resolvemos que ficaríamos 2 dias no local, fiquei radiante e não podia me conter olhando o relógio e o mapa para saber quanto tempo faltava para eu estar perto da Santa Mãezinha!


Chegamos por volta das 17 horas, entramos no estacionamento e pedimos para pernoitar ali, no que fomos prontamente atendidos e guiados até o lugar certo por um rapaz muito cordial e que nos deixou muito à vontade e felizes com a simpática recepção. Para nossa surpresa encontramos lá, mais 3 companheiros de viagem nas suas casas motorizadas (Motor Home) como nós, rs!


Fomos então até o interior da basílica, e aos pés da imagem da Nossa Senhora Aparecida fizemos nossas orações e sentimos uma paz enorme naquele lugar, que àquela hora, já passava das 18 horas, estava quase vazia e havia um grupo de pessoas da comunidade ensaiando algumas músicas para serem cantadas na missa do dia seguinte. Fechei meus olhos enquanto rezava, ouvindo aquela música suave, e me desliguei do mundo...


Como era o primeiro dia de viagem, e andamos na estrada por 10 horas seguidas, tomamos um bom banho, lanchamos e fomos dormir cedo.
Dia seguinte amanheceu e começaram a chegar os carros e as pessoas e aquele mundão de estacionamento lotou rapidamente. Levantamos e nos arrumamos logo para assistirmos à missa.


Foi lindo ver aquela igreja totalmente lotada, e sentir tamanha fé e emoção, me arrepiava inteira e as lágrimas escorriam sem que eu pudesse controlar... A missa foi maravilhosa e ao final ninguém saía da igreja esperando as bênçãos que seriam dadas pelo padre. E o povo se juntou ao redor do altar, o padre abençoando e ungindo com água benta, e aos poucos as pessoas saindo e dando lugar para as outras se aproximarem também.


Acho que fiquei tão leve que mais um pouco e tiraria os pés do chão!!! Como diziam os antigos, saí com a alma lavada e esfregada, hehe!
Saímos para conhecer a cidade e depois almoçamos num restaurante de lá, para seguir a viagem.


Resolvi falar da minha santinha para deixar aqui a oração que é rezada em todas as missas celebradas em seu santuário. Sendo ela a padroeira do nosso país peço que abençoe e ilumine as mentes dos brasileiros que votarão neste próximo domingo, para que cada um de nós vote consciente de escolher o melhor candidato para a coletividade!


Oração à Nossa Senhora Aparecida
Senhora Aparecida eu renovo neste momento
a minha consagração
Eu vos consagro meus trabalhos, sofrimentos e alegrias,
o meu corpo, a minha alma e toda a minha vida.
Eu vos consagro a minha família!
Ó Senhora Aparecida, livrai-nos de todo o mal,
das doenças e do pecado.
Abençoai as nossas famílias, os doentes e as criancinhas.
Abençoai a Santa Igreja, o Papa e os bispos,
os sacerdotes e ministros, religiosos e leigos.
Abençoai a nossa paróquia e o nosso pároco.
Senhora Aparecida, lembrai-vos que sois Padroeira
poderosa da nossa Pátria!
Abençoai o nosso governo.
Abençoai, protegei e salvai o vosso Brasil!
E dai-nos a vossa bênção!
AMÉM!

Basílica de Nossa Senhora Aparecida

Sei que somos um país cheio de contrastes, raças e religiões, mas espero que externar meu credo não melindre ninguém que tenha um diferente do meu, assim como respeito a todas as outras religiões que acreditam em Deus ou em outro ser do bem.
Bjs

vasinhos




Mostrando hoje um pequeno cantinho da bancada do lavabo onde coloquei dois vasinhos com flores artificiais. A diferença é que esses vasinhos são aqueles comprados em lojas populares (tipo 1,99) e é bem rústico feito daquela cerâmica pintada com flores grandes e com brilho, e foram ganhos há muito tempo e estavam guardados porque eu não gostava deles.
Aí eu resolvi modernizá-los, peguei um pouco de tinta de parede (PVA) branca e um pincel e vapt! ficaram de roupinha nova, rsrs... Depois coloquei os raminhos de flores e eles agora habitam lindinhos a bancada antes sem graça!
Uma ótima semana para todos!
Bjinhos

...procura-se um amante...




“PROCURA-SE UM AMANTE”


Descubra o seu amante, ele pode estar dormindo ao seu lado, rsrs...
Um excelente domingo para todos!
Bjbj

porta que te quero linda

Acho lindos os detalhes de portas e janelas personalizando cada casa, identificando o estilo e o gosto dos donos!
Resolvi então mostrar para vocês algumas portas que selecionei no meu arquivo de imagens, vejam aí:


bem colorida e alegre

charmosa com um caminho de flores


country numa varanda pintadinha de branco


no estilo beaux arts


larga com abertura central das portas


modernosa


dupla


emoldurada com laterais de vidro

e essa é a da minha casa: em madeira envernizada com o portal pintado
de branco e uma moldura de cimento pintado em azul
Então que acham de também me contarem aqui como é a porta da sua casa? Vai me conta!
Bjs

...porque prá casar tem que ser com muita alegria!


O casamento de Jill e Kevin Peterson tornou-se um grande sucesso, primeiro na internet e depois na mídia do mundo todo.
Tudo por causa do filme da entrada da cerimônia religiosa de seu casamento, que com muita criatividade e improviso, os noivos, os padrinhos e as damas de honra, surpreenderam os demais convidados com uma animada coreografia, ao som do ritmo contagiante da música "FOREVER" de Chris Brown.
Em pouco tempo o vídeo foi visto por mais de 60 milhões de vezes e tem cerca de 80 mil comentários (ô aqui em casa, digo, no meu bloguito, haha!).
Numa entrevista à NBC, o casal de Minnesota-EUA explicou que a idéia da coreografia inusitada foi da noiva, sendo sua forma de expressar e partilhar a alegria que sentia por se casar!
O vídeo dura apenas 5 minutos e, disseram os noivos, a dança foi ensaiada apenas uma vez antes da cerimônia.
Para que houvesse a surpresa dos convidados presentes à cerimônia, apenas os participantes da coreografia sabiam que a entrada na igreja seria feita daquela forma!
Assistam agora e me digam depois se não é fantástico!!!!



Eu adorei isso tudo!!! E adivinhem onde eu achei esse vídeo?! No orkut da minha filha, que como vocês já sabem, vai se casar em Maio de 2011 e estamos envolvidos com os preparativos até lá...
Acho que vai rolar uma surpresinha neste casório também, hein?!?! Aguardem e confiem, rsrs!
Bjs

flores!!!




Achei tão lindos os arranjos de flores que minha amiga fez no noivado da minha filha, que comprei um vaso de vidro (desses bem baratinhos vendidos em lojas de 1,99) e na feira escolhi dois maços de flores e mais folhagens e montei esse arranjo para enfeitar a mesa da área de lazer num final de semana em que fizemos um churrasquinho para a família.
Para uma primeira vez até que fui bem, mas ainda vou pedir à amiga para me dar algumas dicas e da próxima vez impressionar melhor os convidados, hehehe!!!
Ah! E preciso aprender também o nome das flores porque nem dessas aí eu sei. Se eu chamar de margaridas vermelhas, talvez alguém possa me corrigir e me dizer o nome certo, rs...

A toalha da mesa também é nova, e até agradou mais ao marido porque ele adora ver tudo bem caprichado. A toalha é de plástico mais grosso com a parte de baixo aflanelada.
Bjs

revolucionar a si mesmo...



Meu tempo anda meio curto para fazer o que mais gosto: postar no meu cantinho querido!
Aposto que vocês acharam que meu desktop tinha me deixado na mão outra vez...mas a culpa não foi dele, que agora está funcionando às mil maravilhas!
O fato é que "tive" que viajar para o Rio de Janeiro e passei 10 dias por lá, aproveitando as belezas daquela terra! E com todas as notícias alarmantes que se vê nos noticiários (agora com os arrastões nas avenidas, aterrorizando os ocupantes dos carros...), ainda consigo me encantar com as peculiaridades desse grande centro urbano, onde passo pelo barulho de uma rua movimentada por carros e pessoas apressadas, lojas, bancos e supermercados cheios, e, caminhando alguns quarteirões adiante alcanço uma rua tranqüila, com pessoas passeando com seus cães e vizinhos conversando nas entradas dos edifícios!
Os preparativos para essa viagem me absorveram muito tempo para organizar os nossos documentos (meu e do marido), pois fomos fazer a entrevista no consulado americano para obtenção do visto e assim irmos conhecer os EUA. Mas tudo valeu a pena porque fomos "aprovados" para o nosso sonhado passeio.
E maridinho voltou para o trabalho e eu fiquei lá mais uns dias, rsrs...
Por causa desse "stress" com a entrevista, sabe como é marinheiro de primeira viagem, acabei esquecendo minha companheira inseparável, a máquina fotográfica! Ô raiva de mim! Passaria todos esses dias sem um click, com tanta coisa para mostrar aqui...
Então eis que no domingo(dia 3), estava eu lendo o jornal O Globo, ainda de mau humor comigo pelo esquecimento, e me deparei com um texto da Martha Medeiros na seção ELA DISSE da Revista O Globo, que transcrevo agora:


Na terra do "se"

Se quem luta por um mundo melhor soubesse que toda revolução começa por revolucionar antes a si próprio.
Se aqueles que vivem intoxicando sua família e seus amigos com reclamações fechassem um pouco a boca e abrissem suas cabeças, reconhecendo que são responsáveis por tudo que lhes acontece.
Se as diferenças fossem aceitas naturalmente e só nos defendêssemos contra quem nos faz mal.
Se todas as religiões fossem fiéis a seus preceitos, enaltecendo apenas o amor e a paz, sem se envolver com as escolhas particulares de seus devotos.
Se a gente percebesse que tudo o que é feito em nome do amor ( e isso não inclui o ciúme e a posse ) tem 100% de chance de gerar boas reações e resultados positivos.
Se as pessoas fossem seguras o suficiente para tolerar opiniões contrárias às suas sem precisar agredir e despejar sua raiva.
Se fôssemos mais divertidos para nos vestir e mobiliar nossa casa, e menos reféns de convencionalismos.
Se não tivéssemos tanto medo da solidão e não fizéssemos tanta besteira para evitá-la.
Se todos lessem bons livros.
Se as pessoas soubessem que quase sempre vale mais a pena gastar dinheiro com coisas que não vão para dentro dos armários, como viagens, filmes e festas para celebrar a vida.
Se valorizássemos o cachorro-quente tanto quanto o caviar.
Se mudássemos o foco e concluíssemos que infelicidade não existe, o que existe são apenas momentos infelizes.
Se percebêssemos a diferença entre ter uma vida sensacional e uma vida sensacionalista.
Se acreditássemos que uma pessoa é sempre mais valiosa do que uma instituição: é a instituição que deve servir a ela, e não o contrário.
Se quem não tem bom humor reconhecesse sua falta e fizesse dessa busca a mais importante da sua vida.
Se as pessoas não se manifestassem agressivamente contra tudo só para tentar provar que são inteligentes.
Se em vez de lutar para não envelhecer, lutássemos para não emburrecer.
Se.


Ao final da leitura, levantei da poltrona, cheguei na janela, respirei fundo e pensei que já havia revisto tantos conceitos errados que tinha antes, e que nesta fase da minha vida estava ali justamente começando a concretizar mais um sonho de conhecer novos lugares, descobrir novos costumes, sentir novas emoções...
E fiquei tão feliz que já nem me lembrei mais da máquina fotográfica!
Bjs e uma boa semana!