luto



Em Domingos Martins-ES nasceu e viveu o Sr. Roberto Anselmo Kautsky, conhecido como um dos maiores orquidófilos do mundo. Há 69 anos ele estuda as orquídeas, as bromélias e a natureza. Em colaboração com cientistas nacionais e internacionais, estudou e revelou ao mundo mais de uma centena de novas espécies da flora e fauna da região serrana do Espírito Santo, publicadas em livros e revistas especializadas.
Declarou como de preservação uma área de 300.000 m² de mata atlântica de propriedade de sua família, e a enriqueceu com mais de 100.000 mudas de orquídeas, bromélias e outras plantas coletadas em desmatamentos ocorridos nos últimos trinta anos no município de Domingos Martins.
Na sua casa criou uma reserva ecológica particular onde cultivou centenas de espécies de plantas, a maioria delas da família das orquídeas e das bromélias.
Cidadão consciente do seu papel, já era um ambientalista quando ninguém ainda se preocupava com as questões da natureza.
Orquidófilo, bromeliófilo, autodidata, é doutor honoris causa pela Universidade do Rio de Janeiro, honorary trustee do Journal of Bromeliad Society (EUA) e do The Cryptanthus Society Journal e ainda mais uma centena de títulos honoríficos.
Em agosto de 2003, foi fundado por um grupo de amigos de Roberto Kautsky o Instituto Kautsky, para dar continuidade a seu trabalho de estudo, pesquisa, preservação e recuperação da flora da região serrana do Espírito Santo. Visite o site e veja as fotos de algumas espécies de sua coleção: www.institutokautsky.org.br
Só quem o conhecia, como eu, pode sentir tão grandemente a dor dessa perda...
Imagino como devem estar seus conterrâneos, porque lá era ainda mais querido. Não por ser um empresário de sucesso, nem tampouco por ser conhecido nacional e internacionalmente, mas por ser uma pessoa doce, cordata, benfeitora, e com um coração enorme, do tamanho da sua simpatia!
Isso sem falar de seus familiares, porque se com os amigos, conhecidos e empregados ele era um homem bom, no seio da família devia ser muito melhor.
Roberto Kautsky morreu aos 86 anos na noite de ontem. Seu Roberto, como era conhecido, descobriu um tumor no estômago há um mês e foi internado. Faleceu em decorrência de complicações da diabete e pressão alta.
Estamos em luto oficial, decretado pelo governador Paulo Hartung, por três dias.
Mas nem precisava, porque os corações assim estariam...

Desculpem o teor triste do post de hoje, mas não poderia deixar de prestar minha pequena homenagem a este grande homem.
Sou freqüentadora assídua da cidade de Domingos Martins, que é outro encanto, onde tive o prazer de conhecê-lo e ser por ele cativada.
Bjs

0 comentários: